Coronavírus | Governadores do Nordeste afirmam que prioridade é cuidar de vidas

O governador Rui Costa se reuniu na tarde desta quarta-feira (25) com os demais governadores do Nordeste para debater e alinhar medidas de combate à pandemia do novo coronavírus. A reunião aconteceu por meio de uma videoconferência quando foi definido que os gestores nordestinos vão continuar adotando medidas baseadas no que afirma a ciência, seguindo orientação de profissionais de saúde capacitados para lidar com a realidade atual. Também ficou acertado que as ações preventivas serão revistas gradualmente, conforme os registros informados pelos órgãos oficiais de saúde de cada estado.

Em um dos trechos da carta elaborada após a reunião, os governadores falaram que este “é um momento de guerra contra uma doença altamente contagiosa e com milhares de vítimas fatais. A decisão prioritária e a de cuidar da vida das pessoas, não esquecendo da responsabilidade de administrar a economia dos estados. É um momento de união, de se esquecer diferenças políticas e partidárias. Acirramentos só farão prejudicar a gestão da crise”

De acordo com o governador, Rui Costa, que é o presidente do Consórcio Nordeste, “o momento vivido pelo Brasil é gravíssimo e o novo coronavírus é um adversário a ser vencido com muito trabalho, bom senso e equilíbrio”, defendeu. Juntos, os governadores nordestinos entendem que este é um momento de guerra contra uma doença altamente contagiosa e com milhares de vítimas fatais. A decisão prioritária é a de cuidar da vida das pessoas, não esquecendo a responsabilidade de administrar a economia dos estados. “É um momento de união, de se esquecer diferenças políticas e partidárias. Acirramentos só prejudicarão a gestão da crise”, completou Rui.

Um dos temas abordados na reunião foi a necessidade de o Governo Federal implementar uma ação urgente voltada aos trabalhadores informais e autônomos. Os governadores do Nordeste solicitaram ainda a necessidade urgente de uma coordenação e cooperação nacional para proteger empregos e a sobrevivência dos mais pobres. Sobre o posicionamento da Presidência da República neste momento de crise, os representantes estaduais expressaram frustração com o tom agressivo em lugar de exercício do papel de liderança e coalizão em nome do Brasil.


Outras Notícias

Espanha supera número de mortes da China por coronavírus

Por: Diego Urdaneta e Daniel BosqueA Espanha superou o número de mortes registradas na China em decorrência do novo c...

Em coletiva, Mandetta nega saída de ministério e diz que quarentena foi precipitada

Em coletiva realizada na tarde desta quarta-feira, 26, o Ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, afirmou que ...

Após fala de Bolsonaro, Mourão afirma que isolamento social ainda é prioridade

Após a polêmica causada pela fala do presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido), em pronunciamento oficial...

Pessoas mais jovens concentram 45,8% dos casos de Covid-19 na Bahia; veja perfil dos infectados

Apesar de as estatísticas apontarem que o novo coronavírus (Covid-19) é mais nocivo para pessoas acima dos 60 anos, n...